Como importar pelos Correios?

Você sabia que os Correios tem uma ferramenta que pode te ajudar na hora de importar?

O Importa Fácil dos Correios é uma solução logística para todos os brasileiros que desejam importar diversos produtos de vários países, seja para uso próprio ou para comercialização.

Assim, ao utilizar os serviços dos Correios, toda a burocracia será resolvida pela empresa e as taxas a pagar serão incluídas no valor cobrado.

Neste artigo, vamos como funciona esse sistema de importação e como utilizá-lo. Acompanhe a leitura!

O que é o Importa Fácil dos Correios?

O Importa Fácil é o serviço dos Correios que visa atender pessoas físicas e jurídicas interessadas em importar produtos do exterior, oriundos de qualquer lugar do mundo.

Desta forma, os Correios funcionam como um Despachante Aduaneiro.

Estas importações são caracterizadas por serem de pequeno a médio porte, o que significa que o valor aduaneiro do produto ou dos produtos importados não pode exceder o limite de 3.000,00 dólares ou o equivalente em moeda estrangeira.

Lembrando que o valor aduaneiro é a soma do valor do produto mais o custo do transporte e do seguro relativo a esse transporte, se houver.

Além disso, o Importa Fácil não pode ser utilizado por pessoas físicas para atividades com fins comerciais.

Quem pode utilizar o Importa Fácil?

O Importa Fácil dos Correios é usado tanto por pessoas físicas quanto por empresas, tendo algumas diferenças para a utilização em cada caso. Confira:

Pessoas físicas

Para utilizar o serviço, o valor aduaneiro precisa estar acima de US$ 500.00 (quinhentos dólares americanos) e até US$ 3.000,00 (três mil dólares americanos) ou em moeda estrangeira equivalente.

Pessoas jurídicas (empresas)

Não existe valor aduaneiro mínimo neste modelo de importação, porém, o preço final do produto não pode ultrapassar os 3.000,00 dólares ou equivalente a outra moeda estrangeira.

Além disso, é necessário ter autorização para comercializar os produtos importados.

Quais produtos podem ser importados pelo Importa Fácil?

O Importa Fácil pode ser utilizado para a importação de uma ampla variedade de produtos.

Porém, alguns deles apresentam restrições no momento da importação, e outros são proibidos, de acordo com a legislação brasileira.

Produtos que apresentam restrições

  • As bebidas alcoólicas, os cigarros, e os fumos em geral necessitam de licenciamento prévio. Por isso, os Correios não realizam o desembaraço alfandegário desses produtos.
  • Os brinquedos só podem ser importados por pessoas físicas, desde que a compra não seja caracterizada como comercial. No caso de pessoas jurídicas, o INMETRO precisa autorizar a compra através de licenciamento prévio e anuência.

Restrições referentes às dimensões dos produtos

  • O peso máximo de cada produto não deve ultrapassar os 30 kg;
  • A maior dimensão do produto não pode ser maior do que 1,50m;
  • A maior das longitudes, somada ao maior dos contornos tomado de um sentido diferente ao da maior longitude, não pode exceder o limite de 3,00.

Caso as regras não sejam respeitadas, os Correios devolvem automaticamente o produto ao seu lugar de origem.

Produtos cujo envio postal não são permitidos

  • Produtos a serem utilizados em pesquisa clínica;
  • Produtos perecíveis;
  • Produtos que precisam de controle de temperatura no decorrer do envio;
  • Produtos que possam ser danosos à saúde ou à integridade física dos funcionários responsáveis por seu transporte e manuseio;
  • Produtos específicos, listados na Portaria nº 344 da ANVISA.

Para contratar o serviço Importa Fácil é necessário fazer um cadastro no sistema online dos Correios.

No momento do cadastro, o contratante deverá escolher entre as opções de pessoa física ou jurídica, bem como informar o número do CPF.

Com a criação da conta, o contratante preencherá um formulário com informações relevantes à efetivação da compra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *